56

A Escola Superior da Polícia Civil parabeniza a nossa professora, Simone de Jesus, Datiloscopista Policial, atualmente lotada no Instituto de Identificação da Polícia Civil pelo artigo “O Crime de Latrocínio na Cidade de Goiânia: Interações e Conflitos na Cena do Crime” foi publicado na Revista Dilemas, do Núcleo de Estudos da Cidadania, Conflito e Violência Urbana (Necvu), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ela é uma das mais antigas e conceituadas das revistas dedicadas aos estudos sobre segurança e violência. É, atualmente, avaliada com a nota máxima do Qualis Capes (Conceito A2).

Neste artigo, os/as autores/as buscam compreender as interações na chamada “Cena do crime”. O foco é o processo de investigação policial e sua capacidade de esclarecimento de crimes.

Ao lado das estatísticas crescentes, há, por parte dos cidadãos amedrontados, uma profunda descrença quanto à capacidade do poder público em apurar as responsabilidades penais dos autores de crimes e aplicar as punições previstas em lei. Diante do entendimento de que as tarefas de investigação policial são fundamentais para que os crimes sejam elucidados e punidos, o foco deste estudo reside na compreensão das principais interações e conflitos entre os atores /instituições do sistema de justiça criminal. Para tanto, toma como objeto de pesquisa as investigações pertinentes aos crimes de latrocínio do município de Goiânia no ano de 2017. O estudo busca entender, por meio da análise dos inquéritos e de entrevistas em profundidade, o modo como os profissionais que atuam nas diversas etapas do processo criminal concebem o sistema de investigação de latrocínio em Goiânia e como eles percebem sua própria atuação e a dos diferentes profissionais nesse processo.

Para quem tiver interesse, o artigo pode ser acessado integralmente no endereço: https://revistas.ufrj.br/index.php/dilemas/article/view/35200

Abaixo os/as autores/as do Artigo:

SIMONE DE JESUS é mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) da Universidade Federal de Goiás (UFG, Goiânia, Brasil), pesquisadora do Núcleo de Estudos da Violência e da Criminalidade (Necrivi) da UFG e da Escola Superior da Polícia Civil. Datiloscopista do Instituto de Identificação (II) da Polícia Civil do Estado de Goiás e vice-presidente da Associação dos Profissionais em Identificação do Estado de Goiás (Appego).

DIJACI DAVID OLIVEIRA é professor e coordenador do PPGS-UFG e coordena o Necrivi, da mesma universidade. É doutor e mestre pelo Programa de PósGraduação em  Sociologia (PPGSol) da Universidade de Brasília (UnB) e tem graduação em sociologia pela UnB.

NAJLA FRANCO FRATTARI é professora do Departamento de Ciências Humanas e Filosofia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG, Goiânia, Brasil). Pesquisadora do Necrivi/UFG. É doutora pelo PPGSol/UnB, mestre pelo PPGS/UFG e graduada em ciências sociais pela UFG.

Artigo: O crime de latrocínio em Goiânia

Artigo O crime de latrocínio em Goiânia
Prof. Dijaci David Oliveira
Profª. Najla Franco Frattari
Simone de Jesus, Datiloscopista Policial