GOIÂNIA 20/11/2017

RSS

Inauguração

Fonte: A A A

Autoridades presentes no evento,.A Polícia Civil do Estado de Goiás inaugurou no dia 25 de setembro de 2015 a Escola Superior da Polícia Civil. A Escola, que é a primeira sede própria da Polícia Civil, foi construída e equipada graças à parceria entre os Governos Federal e Estadual. Além de possuir excelente infra-estrutura, conta com o conceito de educação profissionalizante policial mais moderno e completo entre todas as instituições de ensino policial do país.

A Escola leva o nome do Delegado Antônio Gonçalves Pereira Dos Santos, falecido no acidente do helicóptero da Polícia Civil no ano de 2012. O delegado é fonte inspiradora da Escola pelo exemplo de ética e paixão pelo trabalho, exemplo a ser seguido por todos os policiais.

Governador discursa na inauguração.

                              Governador discursa na inauguração.

O EVENTO DA INAUGURAÇÃO

Estiveram presentes, além de centenas de policiais civis, várias autoridades políticas, entre elas a Deputada Estadual Delegada Adriana Accorsi, os Deputados Federais João Campos e Delegado Waldir, o Governador Marconi Perillo e a Secretária Nacional de Segurança Pública Regina Miki. Sobre a parceria entre esferas de governo, o governador ressaltou o espírito republicano e agradeceu o aporte de recursos na obra da ESPC.“Parceria efetiva é o que temos feito com o Ministério da Justiça, com a Secretaria Nacional de Segurança, não só na construção desta Escola Superior, mas em muitas outras ações”, lembrou.

O Secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, ressaltou a importância da ESPC no contexto da polícia goiana. “A Escola irá atender tanto policiais civis quanto os servidores das demais forças policiais, inclusive os de instituições parceiras e guardas civis metropolitanas”. O Diretor da ESPC, Delegado de Polícia Daniel Adorni, muito emocionado em seu discurso, ressaltou a importância da escola. “Queremos desenvolver as competências necessárias para o cargo de policial civil. Temos o sonho de escrever na alma de todo policial civil que a sua função é viver pela pessoa comum, e sempre honrar o bom nome de nossa instituição”, destacou. (para ver discurso completo, clique aqui). Após a solenidade de abertura, o diretor apresentou toda a estrutura física da escola aos convidados, visitando cada espaço, onde os servidores explicaram e demonstraram a funcionalidade das seções. Sobre a parceria entre esferas de governo, o governador ressaltou o espírito republicano e agradeceu o aporte de recursos na obra da ESPC. “Parceria efetiva é o que temos feito com o Ministério da Justiça, com a Secretaria Nacional de Segurança, não só na construção desta Escola Superior, mas em muitas outras ações”, lembrou.

Entre os servidores da Polícia Civil, o sentimento era de sonho realizado, já que após mais de 50 anos de criação, a ESPC está estabelecida em sua primeira sede própria. “Demorou, mas valeu à pena, pois hoje temos a melhor escola de polícia do país”, disse Emival Alves de Oliveira, agente policial há 22 anos.

A ESTRUTURA

Diretor mostra o complexo.

Diretor mostra o complexo.

A Escola Superior da Polícia Civil do Estado de Goiás possui aproximadamente 44 mil m2, que contemplam: 09 (nove)  salas de aula climatizadas e informatizadas; biblioteca com cerca de 1000 (mil) títulos relacionados às ciências sociais, universo jurídico e quase toda bibliografia disponível sobre conceitos policiais; laboratório de informática com 40 (quarenta) máquinas; alojamento padronizado (com duas ou três camas tipo box, armário, frigobar, ar-condicionado e internet wi-fi)   com capacidade para 66 (sessenta e seis) pessoas; sala virtual que permite, por meio de teleconferência, a inter-relação com 300 pontos espalhados pelo Estado, destinada a videoaulas, reuniões à distância e outras necessidades da Polícia Civil; completa estrutura administrativa; sala dos professores; refeitório; academia de ginástica, torre de rapel, campo de futebol, piscina; parque cenográfico para simulação de atividades policiais do Brasil – com cenários que simulam prédios públicos e privados, via pública, que são ambientes de ocorrência de crime, onde os policias poderão simular conflitos, investigações e  relatório de local de crime; o maior estande de tiro real fechado do centro-oeste; o mais revolucionário estande de tiro virtual da atualidade, semelhante à polícia da Alemanha, utilizado também por apenas duas unidades policiais no Brasil.

O PLANO PEDAGÓGICO

Solenidade de inauguração.

Solenidade de inauguração.

Na parte pedagógica foi desenvolvido um projeto que contempla a mais extensa grade curricular do Brasil. São 200 disciplinas exclusivas para o ensino policial divididas em seis áreas ligadas à gestão policial, à atividade meio e finalística, ao policiamento especializado e ordinário, às telecomunicações, à informática, e às áreas técnico-operacional e científica. Para ministrar as aulas a ESPC conta com um banco de professores de 150 profissionais cadastrados em constante processo de capacitação.

Confira as fotos da Inauguração